Um Mergulho no Mundo da Astrologia

Secretária da Magia - Talita Cristini Friguegtto



No workshop de Astrologia realizado em 13/03/2022 na Associação Brasileira de Bruxaria, o astrólogo Paulo Beni elucidou sobre pontos chaves da astrologia moderna, e elencou com pontos bases da astrologia tradicional.


O evento que contou com a presença de 10 alunos teve duração de 5hs, e além do contexto geral da astrologia, aprendemos a interpretar nosso mapa astral de forma concisa e didática.




No início da explicação o Paulo fez o seguinte questionamento para a turma: Para quê uso a interpretação do mapa astral? E a sala interagiu respondendo que pode ser para a própria pessoa se entender melhor, para ter direcionamento na vida, para saber suas vulnerabilidades e pontos de atenção, entre outros motivos pessoais.


Paulo explicou as leis herméticas; o princípio da correspondência, que consiste na máxima que “o que está em cima, é como (equivalente com) o que está embaixo (Tábua de Esmeralda e Caibalion).

Importante esclarecer que o que está em cima não é igual ao que está embaixo, é equivalente.


O princípio hermético independe de religião ou religiosidade.


A astrologia está ligada ao povo egípcio, povo judeu, há tempos imemoriais. Ela vem principalmente da observação da natureza, e o relacionamento do humano com o cosmo.

Ele desmistificou alguns mitos bastante comuns na astrologia, como por exemplo determinado planeta em determinada casa, seria algo já determinado, um desastre anunciado. E não é nada disso, a pessoa apenas precisará ficar mais atenta àquele assunto da própria vida. Não significa uma "tragédia anunciada".


Os dados necessários para realização do mapa astral são dia, mês, ano, horário e local de nascimento. É imprescindível que as informações sejam verdadeiras, e muito importante também que o horário seja o mais preciso possível.


Os programas sugeridos para construção do mapa astral foram: Pegasus; Vegaplus, Solar Fire; e Astro.com .



Começamos a dinâmica de como entender nossa mapa com os seguintes questionamentos

Como interpretar mapas astrais?

Importante alinhar que o mapa deve ser observado de fora para dentro, da seguinte forma:

  • Configuração (como os planetas estão “espalhados” no mapa);

  • Planetas (Sol à Plutão);

  • Signos (Áries à Peixes);

  • Casas (1 a 12);

  • Aspectos (harmônicos e desarmônicos);

  • Trânsitos;

  • Secundárias;

  • Lunações;

  • Revolução Solar


Elementos principais de um mapa astral

  • O que acontece

São os planetas (Sol à Plutão)

  • Como acontece

São os signos (Áries à Plutão)

  • Onde acontece

São as casas (01 a 12)

Interpretação dos planetas

  • Sol: a pessoa, o pai, marido, figura masculina, impulso de poder, personalidade, ego;

  • Lua: mãe, esposa, figura feminina, local de origem, necessidade de proteção familiar

  • Mercúrio: irmãos, companheiros, intelecto, forma de expressão e comunicação

  • Vênus: sorte, proteção, atitudes para atrair o outro, necessidade social e de afeto

  • Marte: acidentes, disputas, coragem, ação, agressividade, iniciativa

  • Júpiter: fortuna, sorte, viagens, prestígio social, impulso de benevolência, proteção

  • Saturno: pai, avô, pessoas mais velhas, dificuldade, garantia e estabilidade

  • Urano: habilidades técnicas, mudanças bruscas, criatividade, originalidade

  • Netuno: pontos de desfavorecimento ou sacrifícios, inspiração artística, escapismo

  • Plutão: impulso destruidor, coragem, fases de transformação

Urano, Netuno e Plutão são considerados planetas sociais, pois falam mais da sociedade que vivemos, o movimento deles é mais lento em relação aos outros são planetas que são considerados planetas particulares, e estão mais próximos de nós.

Com exceção do Sol e da Lua, todos os outros planetas são passíveis de retrogradação.

Estar retrógrado é estar mais perto da Terra. É um momento de revisão.

Quando um planeta está em Domicílio, ele está em 100% da sua condição;

Quando está em Exílio ou Detrimento, está com 50% da sua condição;

Quando está em Exaltação, está com 75% da sua condição;

E quando está em Queda, está com 25% da sua condição.

Casas astrológicas

  • Casa 1: o eu, auto imagem;

  • Casa 2: valores financeiros e pessoais;

  • Casa 3: como me comunico, parentes, irmãos, primeiro ensino;

  • Casa 4: base, família;

  • Casa 5: lazer, prazeres, hobbies;

  • Casa 6: dia a dia, trabalho, saúde;

  • Casa 7: parceiro(a), sócio(a);

  • Casa 8: perdas financeiras, sexualidade;

  • Casa 9: como se relaciona com a filosofia, espiritualidade, religiosidade;

  • Casa 10: objetivos de vida;

  • Casa 11: amigos, grupos a qual pertence;

  • Casa 12: inconsciente, imaginário

Signos

  • Áries (21/3 a 20/4)

  • Touro (21/4 a 20/5)

  • Gêmeos (21/5 a 20/6)

  • Câncer (21/6 a 21/7)

  • Leão (22/7 a 22/8)

  • Virgem (23/8 a 22/9)

  • Libra (23/9 a 22/10)

  • Escorpião (23/10 a 21/11)

  • Sagitário (22/11 a 21/12)

  • Capricórnio (22/12 a 20/1)

  • Aquário (21/1 a 19/2)

  • Peixes (20/2 a 20/3)


Ao final dessas explicações, analisamos o nosso mapa e tiramos dúvidas com o Paulo, que elucidou alguns erros de interpretação e dúvidas que tínhamos.

O workshop foi muito rico em ensino, esclarecimentos, paciência, e maneiras de enxergarmos a nós mesmos.

À Tânia, pessoal da ABB, Paulo e equipe, muito obrigada pelo dia de hoje e por todo ensinamento que ficará marcado sempre na nossa memória.

115 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo